Capa: António Amaral (2019) PRAKTON: Discursividades da Acção em Aristóteles. Communication  +  Philosophy  +  Humanities. .
PRAKTON: Discursividades da Acção em Aristóteles

by António Amaral

Collection: Ta Pragmata - Practical Philosophy Books
Year of edition: 2019
ISBN: 978-989-654-501-7
Price of the print edition: € 12.5   Order


Download PDF - 3789 KB


Synopsis

"O texto que aqui se prefacia é uma grande obra filosófica acerca «das coisas especificamente humanas». É escrito em diálogo, profundo e permanente, com o pensamento de Aristóteles. Se o pretexto são textos do fundador do Liceu, a bela síntese filosófica com que nos deparamos pertence a António Amaral.

Com fina inteligência e rara originalidade, de um ponto de vista indisfarçavelmente ontológico, os temas abordados encontram sempre no pensamento e na pena do estudioso um toque que reconduz a variegada intuição do discípulo de Platão a uma radicalidade segundo o ser e o acto, que põe este como correlato de uma inteligência multímoda, que sente, experiencia, pensa, diz e age fazendo."

— 
Américo Pereira, Faculdade de Ciências Humanas e Sociedade Científica - Universidade Católica Portuguesa



Index

Prefácio - 9

A teoria da revolução em Aristóteles - 15

O equilíbrio crítico da Justiça na filosofia aristotélica e estóica. Dois modelos ergonómicos - 59

Ontologia da relação ética-política, na filosofia prática de Aristóteles - 71

A realização discursiva do vivente político por natureza [politikòn zôon phýsei] na filosofia prática de Aristóteles - 93

Modelação normativa no Direito e mesomorfologia da decisão em Aristóteles - 107

Da (im)pertinente diferenciação entre ética e moral na filosofia prática  de Aristóteles - 121

Formas de vida e escolha deliberada na ética teleológica de Aristóteles - 133

Retórica e (dial)Ética na filosofia prática de Aristóteles: do discurso em acção à acção discursiva - 155

Entre a crença e a credulidade: fisionomias da acção credível na Ética e na Retórica aristotélicas - 181

Se os teares tecessem sozinhos…Arqueologia e figurações da emancipação em Aristóteles - 211

Ver fazer e fazer ver: a retórica da acção na ética prudencial de Aristóteles - 235

O “a-fazer” da verdade como desafio ético em Aristóteles - 259

Proveniência dos artigos - 279

Support:
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
União Europeia
Quadro de Referência Estratégico Nacional
Programa Operacional Factores de Competitividade
Universidade da Beira Interior